248796843_460684992159765_5858690644101389083_n

O metaverso e a humanidade

Zuckerberg aposta em um mundo tecnológico com onipresença da Meta

Em outubro deste ano a empresa Facebook mudou seu nome para Meta em referência ao metaverso, conceito que já fez Mark Zuckerberg gastar US$ 50 milhões.

Metaverso é o nome dado pela empresa em relação ao universo virtual, que demonstra estar no foco do empreendimento sem centralização nas redes sociais. Agora a empresa Meta tem total anseio por um mundo de ambientes digitais vividos via internet com realidade virtual ou aumentada.

Futuro

Para chegar ao metaverso, os funcionários da Meta já trabalham com o propósito da criação de dispositivos que facilitarão a onipresença da marca.

Neste universo as pessoas poderão trabalhar, estudar, ter momentos de lazer e resolver todas as atividades de forma online sem precisar sair do conforto de casa. O conceito estuda desenvolver um ambiente virtual com experiências reais, passando por sensações e sentidos humanos.

Esse mundo pode demorar a ser realidade para todos, já que depende de tecnologias ainda em invenção com custos elevados e ter por necessidade uma boa conexão de internet.

Facebook

Tudo começou com um grupo de estudantes de Harvard, entre eles Mark Zuckerberg, que criaram uma rede social para elencar as meninas mais bonitas do campus. Após uma série de problemas entre os alunos e a faculdade, a rede foi desativada.

Pouco depois, Zuckerberg programou os códigos do thefacebook, rede social que passou a ser usada por estudantes de outras universidades. Em 2005, ocorreu a troca de nome para Facebook e no ano seguinte foi liberado o acesso para outras pessoas fora de universidades.

O Facebook chega a 2021 sendo uma empresa dona de outras redes sociais como Instagram e Whatsapp, mas envolvida com polêmicas em relação à proteção de dados. A troca de nome do empreendimento se faz para desassociar as polêmicas ao conglomerado de redes sociais. Por enquanto o metaverso é apenas objeto de criação da Meta e a realidade é o mundo das redes sociais. Nesse mundo é preciso saber se posicionar como marca e manter uma boa imagem. Quando o assunto é rede social o importante é fazer conteúdo de qualidade.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked*